fbpx

Cinque Terre: Para Conhecer a Costa da Ligúria

Pontos Turísticos - 18/06/2017
Por Adrian Theodor

Hoje visitaremos mais um dos diversos Patrimônios da Humanidade da UNESCO dentro do território italiano. Encrustadas na Costa do Mar da Ligúria, na Região de mesmo nome, na Província de La Spezia e a Leste do Sul da França, as Cinque Terre estão entre os lugares mais belos que já tivemos a oportunidade de conhecer. Muito familiares ao turismo europeu de verão e ainda pouco disseminadas entre os brasileiros que vão para o exterior, consideramos parada obrigatória em seu roteiro para a Itália, principalmente se você, assim como eu, aprecia escapar do “mais do mesmo” dos trajetos de massa no Velho Continente.

Dica: Diferentemente dos roteiros independentes que costumamos partilhar aqui, este deve ser feito exclusivamente com transporte público na Itália, à pé e de barco. Hoje deixaremos o carro de lado e vamos “bater pernas”.

As Cinque Terre são compostas por cinco burgos na Costa do Mar da Ligúria e, para serem visitados com certa tranquilidade, tomarão um ou dois dias de seu roteiro pela Itália. Assim, o ponto inicial da viagem é escolher uma base onde deixar suas malas e se hospedar. Não recomendamos que migre diretamente de Florença para cá, como muitas vezes sugerem alguns pacotes de viagem, a distância é grande e acabará perdendo muito tempo com translado e pouco com o que é mais importante no turismo: explorar. Recomendamos que se instale em uma das pontas das “cinco terras” e as conheça na sequência até a ponta final. Em nosso caso, nos hospedamos na Comuna de La Spezia, ao sul das Cinque Terre, e partimos de trem para o nosso percurso principal.

Dica: Em La Spezia você consegue comprar um cartão de trem que vale para o dia todo nas Cinque Terre. Precisará de um destes se for passar um dia, ou dois, para dois dias. O “5 Terre Card Train” pode ser comprado em La Spezia ou em qualquer das estações das Cinque Terre. Para saber valores e horários atualizados, conte sempre com o link da TRENITALIA.

Há pelo menos duas maneiras de executar o roteiro das Cinque Terre a partir da La Spezia. Percorrendo todas as cinco na sequência Riomaggiore – Manarola – Corniglia – Vernazza – Monterosso al Mare (ou no sentido contrário); ou começando pelo Burgo do meio, Corniglia, e, no primeiro dia visitar Manarola e Riomaggiore; e no segundo, Vernazza e Monterosso. Tendo em vista que o acesso mais fácil até Corniglia é pela estação de trem, optamos por esta segunda opção.

Corniglia – Manarola

Você chegou até aqui de trem, por La Spezia, e terá duas opções para o centro da cidade: um ônibus da estação até o centro ou a famosa escadaria Lardarina, de 382 degraus. Não é para os fracos, mas é para os aventureiros. Qual será que escolhemos?

Em Corniglia, aproveite o máximo que puder os imensos terraços com vista para o Mar da Ligúria e para Manarola. Apesar de mais distante do mar do que os outros Burgos, sem acesso direto ao Mar, Corniglia está localizada em ponto mais alto, proporcionando fotografias e memórias incríveis. Também circule pelo Centro Histórico e coma a comida local. Não deixe de visitar a Chiesa di San Pietro, construída no século XIV e bastante representativa do Burgo mais “antigo” entre as Cinque Terre.

Vista panorâmica de Corniglia

Faça o trajeto até Manarola de Trem. Os barcos disponíveis para translado e passeio nas Cinque Terre não acessam Corniglia. Recomendaríamos o trecho de trilha entre os dois Burgos, porém este intervalo em específico do Sentiero Azzurro, caminho à pé de 12Km que liga todas as Cinque Terre, está interditado pelo menos até 2018 devido a um intenso deslizamento de terra.

Em Manarola, passeie pelo centro histórico e conheça a Praça da Igreja, a própria Igreja de San Lorenzo, além da Torre dos Sinos. Todavia, perca-se entre suas ruelas, aproveitando a paisagem das casas tradicionais em sua ampla gama de cores e convenção arquitetônica seguindo o declive do terreno montanhoso. Procure por pontos de observação em que consiga avistar o Burgo “de fora”, conseguindo dimensionar sua extensão e grade de cores. Não deixe de provar a Focaccia Genovese, típica do Burgo e deliciosa se acompanhada com um bom café.

Vista aérea de Manarola

Manarola – Riomaggiore

De Manarola a Riomaggiore é essencial que conheça a Via Dell’Amore, o menor e mais famoso trecho do Sentiero Azzurro, com apenas 900 metros. Sua parte principal está fechada, porém, mesmo assim, é possível aproveitar parte da paisagem para se emocionar com a beleza do Mar da Ligúria e seus burgos. É uma visita em especial muito apreciada pelos casais de todas as origens e idades.

Dica: Sempre se informe sobre os trechos de trilha disponíveis para circulação entre as Cinque Terre. Ou in loco, ou pelo site oficial.

Vista de Riomaggiore

Já em Riomagiore, visite as principais construções que marcam sua história. Não deixe de conhecer as Igrejas e Santuários construídos na Baixa Idade Média, os Oratórios da Idade Moderna e o Castelo de Riomaggiore, existente por ali desde o século XIII. Sem dúvida, além da arquitetura típica das casas coloridas ao longo das montanhas, a preservação histórica das Cinque Terre ficará gravada em sua memória.

Termine o dia na Marina, ao pôr-do-sol. Escolha um dos restaurantes típicos do Burgo e observe o sol indo embora e som do mar quebrando suavemente na costa. Na Marina, seu desafio será conseguir relaxar e esquecer de tudo aquilo que deixou para trás no Brasil. Porém, se me permite, proponho ainda um outro, mais difícil, conseguir superar a beleza técnica e estética da fotografia de Riomaggiore segundo os olhos do fotógrafo James Brandon:

Vista panorâmica de Riomaggiore

Após o pôr-do-sol, volte para La Spezia. Amanhã nossa aventura recomeça.

La Spezia – Monterosso ao Mare

Ao acordar no segundo dia de nosso roteiro, você pode pegar o trem direto até Monterosso, ou, como fizemos, descer na estação de Manarola e passear de barco pelas Cinque Terre e descer em Monterosso. Inclusive, em quaisquer das Cinque Terre, com exceção de Corniglia, você pode conseguir um “ingresso” que valerá por todo o seu dia de barco por aqui. Funciona do mesmo modo que o seu “passe” de trem. Informações sobre horários e valores são atualizados periodicamente e podem ser encontrados no local.

Em Monterosso al Mare, você irá se deparar com a complexidade entre o tradicional e o contemporâneo. Por possuir a praia mais extensa das Cinque Terre, Monterosso, além de preservar sua história, também possui o maior complexo turístico e a maior interferência do homem sobre a natureza. Muitos visitantes acabam, inclusive, se hospedando aqui para visitar os outros Burgos da Costa da Ligúria. Estão também por aqui os restaurantes mais disputados pelo turismo europeu e aquele provindo de outras partes do mundo. Vale a pena pesquisar com antecedência, inclusive, onde comer e fazer reservas, principalmente se sua visita se der no auge do verão.

Vista panorâmica de Monterosso al Mare

Por aqui, não deixe de visitar as ruínas do Castelo Obertengo, a Torre Aurora, a Chiesa de San Francesco e a famosa estátua do Deus Netuno. Apesar das intensas modificações e modernizações, Monterosso se mantém fiel à tradição italiana de preservação histórica. Entretanto, é muito importante que caminhe pelo calçadão à beira-mar logo na saída da estação de trem. Não apenas pela bela vista do Mar, mas também para degustar os característicos aliches marinados, ou os peixes frescos pescados por ali mesmo, ou o pesto genovês acompanhados do delicioso vinho branco local, o Branco Cinque Terre. Uma dica é visitar a Enoteca Ciak e levar para casa garrafas e garrafas de vinho e azeite.

As Cinque Terre produzem seu vinho e azeite com um grande desafio: conquistar o solo montanhoso e irregular da Costa da Ligúria. Os Terraços são verdadeiros exemplos da superação do domínio exercido pelo ser humano em relação à natureza.

Monterosso al Mare – Vernazza

De Monterosso a Vernazza, recomendamos que faça a seção da trilha do Sentiero Azzurro. Apesar da distância de um pouco mais de 3Km e da costa íngreme na chegada a Vernazza, o caminho vale pela vista e por ser um dos únicos trechos do famoso caminho não interditados ou pelas últimas enchentes ou pelos fortíssimos deslizamentos. Está aberto desde março de 2017, mas sempre vale a nossa dica de consultar a disponibilidade dos caminhos com antecedência. Se você não for do tipo aventureiro ou quiser aproveitar mais os locais do que seus caminhos, sempre poderá fazer o trajeto de trem.

Em Vernazza, um dos nossos pontos preferidos das Cinque Terre, localizado em uma Baía da Costa da Ligúria, talvez você poderá conseguir as melhores fotografias de sua estadia pelas Cinque Terre. Os ângulos da Baía são incríveis e o charme do Burgo estonteante.

Não deixe de visitar o Castello dei Doria, com sua Torre, construído por volta do século XI; a Chiesa di Santa Marherita, do século XIV, numa adaptação do estilo Gótico típica da Ligúria; e o Santuario di Nostra Signora di Reggio, provavelmente do século XVIII, abrigando a famosa Nossa Senhora Negra, a Africana.

Se você se emocionou e deixou tudo para trás no pôr-do-sol de Riomaggiore, espere até passar pelo sol se despedindo em Vernazza. Escolha um restaurante à beira-mar, na Praia de Vernazza, composta por pequenas pedras, ao invés da areia tão comum para nós brasileiros, e aguarde por um espetáculo que, além de natural, é interior. Esta é a hora máxima para a ambivalência entre a marcante contemplação e profunda introspecção. A paisagem de Vernazza proporciona o melhor da Itália por trazer o encontro íntimo do viajante consigo mesmo.

Vista panorâmica de Vernazza

É hora de voltar para La Spezia e se despedir da Costa da Ligúria. Sim, você já pode sentir saudades.

EXPLORE AINDA MAIS A ITÁLIA COM ESTES PASSEIOS INCRÍVEIS


Dicas Cenci

Receba promoções e novidades antes de todo mundo!
Whatsapp
Precisa de ajuda? Atendimento por WhatsApp

Atendemos de segunda a sexta, das 09h00 às 18h00

Clique para iniciar o atendimento